Autobiografia

Lemuel Silva, um homem apaixonado pelas pessoas, pelos animais e pela conservação da natureza

No momento em que abri os olhos para receber a vida na sua maravilhosa luz foi decretado que o amor pela natureza seria irremediável no meu coração todos os dias da minha vida.

Figura 1 - Analogia à "Maravilhosa Luz da Vida": a vida, um presente maravilhoso

Resignado a viver como um homem apaixonado depressa entreguei-me ao exercício vicioso da minha paixão. Sofregamente e como quem não se importa de afogar mergulhei de cabeça  no sonho, no conhecimento e no contacto com a natureza predispondo a minha mente e as maravilhas do meu coração para a luta pela sua conservação.

Figura 2 – O sonho, o conhecimento e o contacto com a natureza

A 14 de Agosto de 2017, depois de mais de 30 anos de crescimento e preparação, atravessei o Marão com todos os meus pertences, entusiasmo e alegria determinado a ensinar natureza nas vastidões selvagens do nordeste.

Figura 3 – O crescimento, a preparação e a vida livre na fronteira selvagem que existe para lá do Marão

Na bagagem do meu coração levava esperança. Esperança de conseguir sensibilizar corações para a importância da conservação da natureza através da promoção do contacto transformador e do ensino interpretativo das maravilhas.

Figura 4 - Analogia ao folgor da esperança que reside no contacto transformador com a natureza

Como arauto da natureza depressa percebi que precisava de um megafone / veículo que representasse os esforços da minha sementeira de amor pela natureza.

Essa necessidade deu o mote para criar a CIÊNCIA NATURA, uma marca que aposta na difusão de conhecimento da natureza e no turismo de conservação como veículo sensibilizador e promotor de ações específicas no âmbito da conservação.

Figura 5 – Logótipo da CIÊNCIA NATURA por Alexandra ventura

Desde então habito feliz neste magnífico átrio de vida, o Parque Natural de Montesinho, local onde promovo a restauração ecológica, a coexistência pacífica com o lobo-ibérico e o encontro com espécies carismáticas de grandes mamíferos que são perfeitamente essenciais ao equilíbrio dos ecossistemas e ao bem-estar humano.

Figura 6 – O PNM é um excelente exemplo de desenvolvimento sustentável, paisagens e animais maravilhosos

Trabalhar na CIÊNCIA NATURA revelou-se uma experiência muito mais gratificante do que aquilo que eu à partida estava à espera.

Tudo porque percebi que tinha perante mim a oportunidade de impactar mais positivamente as pessoas ao meu redor se estivesse disposto a ir mais longe do que aquilo que os próprios objetivos da marca determinavam. Decidi então que iria fazer precisamente isso, que iria tão longe quanto fosse benéfico ir…e fui.

Na sinceridade do meu coração aloquei tudo o que sou ao desempenho épico da minha missão. Determinei para mim mesmo que não iria apenas empenhar amor e conhecimento da natureza na realização deste projeto  mas também todo o amor que sinto pelo ser humano, todo o meu profundo desejo de poder cuidar e proteger pessoas.

Figura 7 – Cada cliente é uma pessoa, um ser humano merecedor de atenção, respeito e cuidados adequados

Desde então, vejo com prazer que a minha doação voluntária ajudou a enriquecer e a distinguir ainda mais o trabalho da marca.

É com grande alegria que constato que os meus eventos, mais do que proporcionarem uma experiência memorável de contacto com a natureza, veiculam uma generosa experiência de cuidado, valorização e respeito a todos os seres humanos perfeitamente únicos e perfeitamente extraordinários que tenho a oportunidade de conhecer, servir e cuidar.

Figura 8 - "Porque o amor com amor se paga" foi com emoção que recebi este presente da parte de um cliente que agora considero como um verdadeiro amigo, o Bruno Arrojado, pela ocasião da partida da minha querida Violeta. Fica assim para sempre celebrada a minha amizade com uma raposa que se tornou uma lenda: Violeta, a raposa sem medo.